A função de uma transmissão automática consiste em atuar, como uma embreagem automática, entre o motor e a caixa de mudanças.
Possibilita que o motor trabalhe com o automóvel parado e começa a transmitir suave e progressivamente a energia mecânica quando o motorista acelera o veículo.
Este sistema compõe-se de duas partes rotativas principais: um impulsor e a bomba que são acionados pelo motor, e uma turbina que aciona a caixa de mudanças. Cada uma destas partes tem a forma de uma calota esférica e contém um certo número de divisórias radiais, chamadas de pás.
As calotas estão alojadas, voltadas uma para a outra, num cárter cheio de óleo.

Conversor de Torque

Os automóveis com transmissão automática possuem um conversor do torque. O aumento do torque equivale a uma mudança para uma velocidade mais baixa.
Um conversor do torque constitui em um redutor de velocidade que age como um conjunto extra de engrenagens, antes da caixa do câmbio sentir a ação do motor, que poderá ser a aceleração ou frenagem.
Seleção das mudanças nos diferentes sistemas – Uma transmissão automática seleciona e muda as marchas, conforme necessário, sem intervenção do motorista. Num automóvel com este sistema de mudanças existem, portanto, apenas dois pedais, um para acelerar e outro para frear.
Os diferentes sistemas de transmissão automática apresentam uma grande variedade de bloqueio das engrenagens, sendo a sua seleção comandada, por meio de uma alavanca.
A seleção das mudanças depende não só de um regulador comandado pela velocidade, mas também da posição do pedal do acelerador.
Numa transmissão automática as velocidades são selecionadas por pressão elétrica e hidráulica.


transmissao-automatica-mga

Condução econômica com overdrive

O overdrive é uma unidade montada atrás da caixa de mudanças, destinada a proporcionar uma velocidade além da prise, que permita uma marcha econômica a um baixo regime de rotações do motor, sem redução da velocidade de deslocamento.
As unidades overdrive têm um sistema de engrenagens epicicloidais que inclui uma embreagem cônica acionada hidraulicamente. Quando o overdrive não está em funcionamento, a embreagem que está ligada à roda central torna-se solidária, devido à mola com a coroa circular, ligada ao eixo de saída. O suporte das engrenagens satélites, ligado ao eixo da caixa de mudanças, faz girar todo o conjunto, obtendo-se assim uma transmissão direta.
O overdrive é comandado, elétrica ou hidraulicamente, por meio de um interruptor existente no painel ou na coluna da direção. Pode ser ligado ou desligado sem intervenção da embreagem.

transmissao-automatica

Fonte: Paulo G. Costa